Compartilhar share

Missão Técnica da PPP da Educação Infantil é finalizada com êxito

Publicado em 07/11/2022 às 16:34 - Atualizado em 07/11/2022 às 16:42

Na quinta e sexta-feira (3 e 4/11), aconteceu o início dos estudos técnicos para a Parceria Público Privada (PPP) de Educação Infantil, nos municípios de Balneário Camboriú, Camboriú e Luiz Alves. O primeiro dia foi marcado pelos alinhamentos iniciais na sede da AMFRI e a missão técnica foi finalizada com êxito com as visitas técnicas nas unidades escolares com a presença de representantes do Ministério da Educação, Ministério da Economia, Caixa Econômica Federal, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a equipe técnica da AMFRI, CIM-AMFRI, juntamente com Secretários e técnicos das mais variadas pastas da Administração Pública dos municípios de Balneário Camboriú, Camboriú e Luiz Alves.

A PPP da Educação engloba desde a construção de novas escolas, reformas e ampliações nas unidades existentes e a gestão dos serviços administrativos e de manutenção das unidades de ensino. Isso significa que a gestão da escola será compartilhada, de forma que a administração da estrutura, manutenção e segurança ficará a cargo do Concessionário, e a administração pedagógica permanece com o Município, por meio da Secretaria Municipal de Educação.

A Consultora em Educação da AMFRI, Gilmara da Silva, explica a importância da visita e quais serão os próximos passos. “As visitas técnicas tiveram o objetivo de aproximar as equipes técnicas das empresas contratadas para a estruturação do projeto de PPP, da realidade dos municípios - suas demandas, possibilidades e potencialidades. Doravante, o GT da PPP da Educação Infantil, que já atua há alguns meses, integrará os técnicos que representam as empresas contratadas para organizar o cronograma de atividades, estruturar os formatos de coleta de dados e realizar as análises a fim de organizar todos os instrumentos necessários para a abertura do processo de licitação das concessionárias que assumirão serviços e farão as ampliações, reformas e construções de ambientes de Educação Infantil”.

 

Visitas técnicas nas escolas

Na sexta-feira (04/11), as equipes realizaram algumas visitas técnicas a uma unidade de educação infantil de cada município participante. A agenda iniciou no CEI Vitória Müller, em Luiz Alves, seguindo para o CEI Prof. Orlando Souza Filho, em Camboriú, e finalizando no Núcleo de Educação Infantil Sonho de Criança, em Balneário Camboriú.

Gilmara comentou a importância da realização das visitas técnicas. “É fundamental que os técnicos, as consultoras e todas as equipes envolvidas entendam e conheçam a realidade de cada munícipio. Foi apontado pelas Secretárias de Educação e pelas equipes das escolas todas as dificuldades, o que podemos melhorar e o que já funciona com excelência. Com certeza a Missão Técnica foi um grande passo para que possamos estruturar a PPP da Educação Infantil da melhor forma possível”, finaliza.

 

Entenda o projeto

“Esse projeto é inédito, uma vez que será a primeira PPP de Educação no Brasil, celebrada com um consórcio público e a maior entre todas em andamento. Esse ineditismo é motivo de orgulho para todos nós que estamos trabalhando firme para que esse modelo de gestão traga ainda mais qualidade na prestação dos serviços prestados à população, permitindo que as nossas crianças, famílias, professoras e funcionários das escolas sejam beneficiados com o melhor da educação”, explica Gilmara.

O Projeto está sendo conduzido pelo CIM-AMFRI com o apoio da equipe técnica da AMFRI e dos municípios envolvidos. Esta será a primeira PPP de Educação no Brasil, celebrada com um Consórcio Público e a maior entre todas em andamento. Serão contempladas aproximadamente 60 escolas de Educação Infantil que atenderão em torno de 9 mil crianças na faixa etária de 0 a 5 anos, além da avaliação da necessidade de construção de novas unidades, conforme demandas de vaga.

Os recursos para a estruturação da ordem de R$ 6,5 milhões aportados integralmente pelo Fundo de Estruturação de Parcerias do Governo Federal – FEP e pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID. A etapa de estruturação é conduzida pela Caixa Econômica Federal, parceira para estudos e assessoramento técnico. Enquanto isso, os municípios envolvidos formam grupos de trabalho para atuar em conjunto com a Caixa.

 

Texto: Lyandra Machado Batista - Assessoria de Comunicação

facebook.com/amfri.org - imprensa@amfri.org.br - Whats AMFRI (47) 99915-1746 - instagram @amfrioficial


Galeria Multimídia

{{grupo.nome}}
  • {{grupo.items.length - 12}}
    {{item.codGaleriaMultimidiaItem}}
Fechar